Warning: A non-numeric value encountered in /homepages/32/d104825213/htdocs/clickandbuilds/KeplerAstrology/wp-content/themes/Divi/functions.php on line 5841

Business Forecast-Report-Portuguese

Business Forecast – Sample Printout: Portuguese

PROGNÓSTICO PARA FUNDAÇÃO DE NEGÓCIOS DE
Prince William
Junho 21, 1982 – 9:08 PM

London, England – Junho 9, 1998 – Julho 9, 1998

Seu prognóstico PARA FUNDAÇÂO DE NEGÓCIOS inicia na página seguinte.

No lado esquerdo de cada interpretação astrológica vem indicado o período de tempo durante o qual está vigente o aspecto correspondente. Por exemplo, se lhe indicamos “Abr 1, 1994 (Fev 15, 1994 – Mai 15, 1994)”, quer dizer que o aspecto por trânsito inicia em meados de fevereiro, alcança sua maior intensidade ao redor de 1º de abril e termina em meados de maio. Portanto, a primeira data (data pico) indica o momento em que a força do aspecto é máxima. Em síntese, a influência astrológica inicia em 15 de fevereiro de 1994, aumenta gradualmente sua energia até 1º de abril de 1994, e em seguida diminui pouco a pouco, até o dia 15 de maio de 1994.

Pode-se dar-se o caso de que um aspecto astrológico se repita mais de uma vez, ao longo do tempo que abrange este relatório, com o que, nesses casos, se apresentará a mensagem: “Esta influência astrológica (nome do aspecto) também ocorre na data …… (data pico). Consulte esta data. Obrigado.”

Na margem superior direita de cada interpretação aparece abreviado o nome do aspecto e dos dois fatores astrológicos que estão formando parte desse último. Por exemplo, “Jup Quad MC” significa que durante a citada data está se produzindo uma “quadratura” de “Júpiter em trânsito” ao “Meio do Céu natal”. Ou seja, o primeiro fator que aparece no par sempre é o planeta que está em trânsito (posição real do planeta no zodíaco na data indicada), enquanto que o segundo componente do par é “natal” ou, o que é o mesmo, considerando a posição que este possuía no zodíaco quando você nasceu. Lembremos, ainda, que o Meio do Céu (MC) é a cúspide ou início da Casa 10 ou, o que é o mesmo, o limite entre a Casa 9 e a 10.

Antes de iniciar a interpretação aparece em letras maiúsculas o nome completo do aspecto e dos dois fatores que intervém nele. Como afirmamos antes, o primeiro planeta está em “trânsito”, enquanto que o Meio do Céu é “natal”.

Em seguida, indica-se a INTENSIDADE do aspecto em uma escala que vai de 1 a 10. Isso significa que um aspecto com uma força 1 é de caráter muito débil, com o que talvez a pessoa nem o capte, se não estiver suficientemente atenta. Em troca, um aspecto de força 10 é potentíssimo. Podemos considerar como aspectos de intensidade MUITO ALTA os que têm pontuações 8, 9 ou 10; ALTA com uma pontuação de 6 ou 7; MÉDIA se possuem 4 ou 5; BAIXA se tem 2 ou 3; e MUITO BAIXA se dão uma pontuação de 0 ou 1.

Esta investigação estuda os aspectos que se produzem entre os planetas em trânsito, por um lado, e a cúspide ou início da Casa 10 do mapa natal, pelo outro. Tradicionalmente, além dos dez planetas astrológicos (Sol, Lua, Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão), sempre se estudou dois pontos do mapa natal que sempre se considerou como vitais para a pessoa. O primeiro é o Ascendente ou início (cúspide) da Casa 1, relacionado com a personalidade consciente e os padrões fundamentais de conduta do indivíduo. O segundo fator é o Meio do Céu ou cúspide da Casa 10, conectado diretamente com a materialização de planos e de iniciativas, assim como com o êxito profissional e a ascensão sócio-econômica.

O presente relatório, precisamente, se baseia nas relações astrológicas (aspectos) que se produzem entre os planetas em trânsito, por um lado, e o Meio do Céu natal, pelo outro. Acaba sendo muito significativo que o Meio do Céu seja a divisão ou fronteira entre a Casa 9 (os ideais e os projetos abstratos) e a Casa 10 (a materialização e concretização das iniciativas). Dito de outra forma, o Meio do Céu é o trânsito ou o passo do dito ao fato, do ideal à prática, e da mente à ação concreta. Porisso, os aspectos astrológicos que afetam o Meio do Céu são fundamentais na hora de determinar o momento adequado para lançar-se a uma iniciativa comercial, de negócios ou de tipo profissional.

Preliminarmente, esta informação se baseia na data de nascimento do dono, fundador, promotor ou sócio majoritário do negócio em questão. No caso de haver mais de um sócio relevante, é preciso realizar também o Prognóstico para Fundação de Negócios desse segundo sócio.

Em segundo lugar, para obter esse estudo astrológico o interessado tem que proporcionar um lapso de tempo, no qual pensa aproximadamente que o negócio possa ser aberto ao público. O relatório irá então determinando as datas relevantes nas quais é, e não é conveniente realizar a abertura. No caso de haver mais de um dono, o ideal é buscar uma data em que ambos tenham aspectos positivos ou, no mínimo, que nenhum tenha aspectos desarmônicos.

Poderíamos perguntar-nos, no entanto, que data tem-se que levar em consideração? A data da constituição da sociedade, o dia em que se solicita a licença de abertura, o dia em que se aluga o local, ou o momento em que se faz o brinde? A resposta é bem simples. A data com validez astrológica é aquela na qual o negócio começa a funcionar para o público. Este é o verdadeiro “nascimento” do negócio, enquanto que tudo o mais faz parte do período de “gestação” dessa empresa. Acontece o mesmo que com os mapas natais das pessoas, que sempre se baseiam no momento da primeira inalação do recém-nascido (seu primeiro contato com o mundo exterior), e não no momento em que se produz a fecundação.

Em geral, pode-se dizer que os melhores momentos para a abertura de um negócio são, por ordem de maior a menor força, os seguintes:

– Existência de um TRIGONO (aspecto harmônico forte) entre um planeta e o Meio do Céu. De acordo com a “intensidade” do trígono, o que se indica com uma pontuação que vai de 0 a 10, a força harmônica do mesmo será mais potente.

– Existência de uma CONJUNÇÃO (aspecto neutro) entre um planeta essencialmente harmônico e o Meio do Céu. Somente se pode considerar dentro deste capítulo a conjunção de Júpiter com o MC.

– Existência de um SEXTIL (aspecto harmônico médio) entre um planeta e o Meio do Céu. Segundo a “intensidade” do sextil for maior, o que se indica com uma pontuação que vai de 0 a 10, sua força harmônica será mais potente.

– Existência de uma CONJUNÇÃO (aspecto neutro) entre um planeta (exceto Júpiter) e o Meio do Céu. Segundo a “intensidade” da conjunção for maior, o que se indica com uma pontuação que vai de 0 a 10, sua força harmônica será mais potente.

Em troca, as datas mais problemáticas para a fundação de um negócio são, por ordem de maior a menor intensidade, as seguintes:

– Existência de uma QUADRATURA (aspecto desarmônico forte) entre um planeta e o Meio do Céu. Segundo a “intensidade” da quadratura for maior, o que se indica com uma pontuação que vai de 0 a 10, sua força desarmônica será mais potente.

– Existência de uma OPOSIÇÃO (aspecto desarmônico médio) entre um planeta e o Meio do Céu. Segundo a “intensidade” da oposição for maior, o que se indica com uma pontuação que vai de 0 a 10, sua força desarmônica será mais potente.

Em qualquer caso, como este não é um informe determinista mas somente orientativo, nas explicações sobre as “quadraturas” e as “oposições” se dão conselhos e soluções práticas para os negócios que tenham sido abertos em alguma destas datas. Isto é especialmente útil para as pessoas que já abriram sua empresa e acodem a este relatório para ver que aspecto astrológico estava vigente no momento em que se realizou a abertura de seu negócio. Igualmente, no caso dos aspectos harmônicos (trígono, sextil) também se dão orientações sobre como conseguir o máximo de benefícios dessa força astrológica.

Para terminar, se pode dizer que as “datas pico” são aquelas que possuem uma influência mais pura, com o que é recomendável fazer uso das datas pico harmônicoas sempre que for possível. Assim, se evita a mistura de forças em caso de existir mais de um aspecto vigente durante determinados dias.

Tropical/Placidus NATAL CHART

Cálculo para zona horária 0 horas

Natal Posiçöes:
Sol= 0CN07 Lua= 5CN01 Mer= 8GE58 Vén=25TA40 Mar= 9LI12
Júp= 0SC29 Sat=15LI30 Urn= 1SA30 Nep=25SA33 Plu=24LI10
Nodo=14CN05 Asc=28SA38 MC= 3SC46

PLANETA-A-PLANETA SELECÇÖES
Natal: Sol Lua Mer Vén Mar Júp Sat Urn Nep Plu Nodo Asc MC
Transitado: Sol Mer Vén Mar Júp Sat Urn Nep Plu
ASPECTO ORBE ASPECTO ORBE
Conj ( 0 gr 00 min) 1 gr 00 min Opos (180 gr 00 min) 1 gr 00 min
Cuad ( 90 gr 00 min) 1 gr 00 min Tríg (120 gr 00 min) 1 gr 00 min
Sxtil ( 60 gr 00 min) 1 gr 00 min

Jun 25, 1998 1 PM(Jun 24, 1998 – Jun 26, 1998) Sol Tríg MC

SOL TRIGONO MEIO DO CÉU

INTENSIDADE: 2

O Sol é o símbolo do dia e da luz, com o que um negócio ou atividade comercial iniciado nesta data é especialmente apto a desenvolver-se em conexão com o público. É dizer, o negócio nascido nestes dias terá um magnetismo especial para as pessoas que o vêm de fora, pois elas capturam no ambiente do estabelecimento clareza e luminosidade, assim como fins claros e colocados totalmente à vista. Portanto, um dos pontos fortes deste negócio vai ser o manter uma política de preços e de trato com o cliente muito franca, direta e sempre usando a verdade. Os clientes saberão apreciar estes detalhes de sinceridade e, porisso, serão especialmente fiéis. Portanto, se você segue esta regra de ouro e evita a todo custo as meias verdades, os pontos obscuros, as condições de vendas ambíguas, ou o ocultar certos defeitos do produto ao cliente, então obterá os máximos resultados.

Há que ter em conta também que o Sol representa a criação, a criatividade, a sublimação das energias e até certo ponto a arte, com o que este será um momento muito propício para iniciar uma atividade ou investimento no qual a estética, a força, a energia e a vitalidade da idéia sejam elementos centrais.

Se pensa abrir um negócio nestas datas, sobretudo haverá de vender segurança pessoal, com a convicção de que seus produtos são realmente os melhores, que são líderes no mercado e que provém uma qualidade mais alta que a normal. Portanto, aparte da primeira característica – a sinceridade na venda – agora temos que propor a segunda palavra chave essencial deste negócio: a qualidade e nobreza dos elementos. Não se trata de tire você de casa pela janela e de que vá decorar seu negócio com o que existe de mais caro. Tenha em conta que para o cliente o mais importante não é o ambiente ou os elementos decorativos, mas a qualidade do que vai comprar, ou seja, do produto em si mesmo. Portanto, é essencial que para ter êxito com seu negócio seja você capaz de alimentar aquelas características que o Sol em posição harmônica representa. Por exemplo, escolha entre seus fornecedores aqueles que lhe dêm uma maior garantia e procure comercializar produtos de qualidade e de reconhecido prestígio. Este não é, portanto, um negócio de grandes massas ou no qual há de predominar fundamentalmente o barato sobre o bem acabado e duradouro. Melhor, ao contrário, o enfoque mais conveniente e correto para um estabelecimento aberto nestas datas é fomentar a distinção, a confiança no produto e a nobreza dos materiais com os quais se trabalha.

Se poderia também citar um terceiro elemento fundamental que vai ser dinamizador da vida de seu negócio. Se trata da extroversão, a sociabilidade e a imagem impecável. É preciso que você se convença a si mesmo e também seus empregados da necessidade de fomentar o prestígio do negócio. Para isso, o tratamento ao cliente tem que ser seguro, nobre, respeituoso e às vezes caloroso. Dito de outra forma, a imagem, a presença e a dignidade no tratamento com os clientes será fundamental, pois somente assim se poderá gerar um ambiente adequado e relações vendedor-cliente completas. Portanto, seja consciente e faça consciente a seus empregados da importância que implica o ato da compra-venda, seja qual for o produto, o serviço ou a idéia de que se trate. Veja-o como um intercâmbio de energias, como um compromisso sutil no qual as pessoas intercambiam suas forças e até certo ponto sua vontade. Sempre deixe que o cliente esteja plenamente consciente de sua decisão e ajude-o de forma pedagógica a estabelecer a correta direção, aplicação e uso de sua compra. Um arbítrio culto, expansivo, bem informado e otimista no trato com as pessoas é o que lhe fará alcançar esse fator tão essencial chamado reputação. Além disso, nunca use empregados que, por serem aparentemente mais baratos, na realidade não tenham uma verdadeira vocação ou sentido de missão individual cara ao trabalho que fazem. Se eles transmitem desânimo, falta de convencimento, ou ainda, insegurança e apatia, isso poderá certamente minar a auréola de auto-confiança que considera-se como fundamental.

Em síntese, este é um bom momento para iniciar qualquer atividade comercial na qual existe o convencimento de que se pode chegar a ser líder. Talvez não se seja líder em vendas totais ou absolutas, mas sim em qualidade, serviço, tratamento pessoal e atenção com a clientela.

Por exemplo, é um momento adequado para abrir um negócio no qual o contato com os poderes públicos, tais como poderiam ser o governo, o município ou similares, vai ser fundamental. Além disso, o local deve estar o mais visível que se possa e se isso não se puder fazer, os contatos sociais serão muito importantes já que estes abrirão portas ao negócio.